segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A esperteza dos fabricantes e a ingenuidade do povo - Parte 2 de 5

Todos os fabricantes especificam uma determinada quantidade de óleo para a troca, e você acredita porque foi o fabricante que disse, você automaticamente confia ser essa a quantidade ideal para o bom funcionamento do motor. 

O fabricante não te passaria uma informação incorreta, certo?

Eu te digo que você não devia acreditar cegamente nisso, porque a regra do jogo é ter lucro, não se esqueça.

Você consumidor é que tem essa mania ingênua de achar que as empresas não golpeiam na linha da cintura.

Tem hora que dá vontade de soltar os cachorros...

O macete é muito simples:

O que os fabricantes fazem você acreditar que seja a quantidade de óleo ideal é apenas a quantidade mínima para o motor funcionar; não é a quantidade ideal para que o motor tenha uma longa vida útil.

Atualização:
Veja como a quantidade recomendada não é suficiente para chegar ao nível ideal de óleo. 
Esse é o nível real medido corretamente depois de colocar a quantidade indicada pelo fabricante. Para ver o vídeo completo dos procedimentos de troca de óleo e de medição correta do nível de óleo, vá para esta postagem mais recente.

Moto durável não dá retorno para o fabricante. 

Essa quantidade recomendada só é ideal para os fabricantes, que assim vendem mais rapidamente peças e motos novas para os clientes cativos.

A grande jogada é esta:

Os fabricantes recomendam e colocam apenas o mínimo de óleo nas revisões, e jogam para você a responsabilidade de completar até o nível correto.

É isso mesmo que você leu, sua moto sai da concessionária pedindo, implorando mais óleo. Só com o suficiente para o motor não travar, senão eles teriam problemas ainda no período de garantia. 

Fazendo essa jogada esperta eles não estão te enganando, está tudo escrito claramente lá no manual do proprietário, você que não se deu o trabalho de ler.

Eles sabem que muito pouca gente irá conferir o nível de óleo no dia seguinte que tirou a moto da revisão (conferir ao sair da concessionária com o motor quente dá uma leitura errada, explicarei adiante) e quase ninguém vai descobrir o macete, porque mesmo quem lê o manual do proprietário não imagina que o fabricante faria algo desse tipo. 

Você confia que levando sua moto à concessionária ela será abastecida corretamente, não é?

Só que eles não fazem isso.

E você não poderá acusá-los de fornecerem informações incorretas ou incompletas, porque eles avisam você, está bem claro no manual do proprietário. 

Você é que não leu com a atenção devida, portanto não tem do que reclamar.

Está escrito logo na primeira página:

"Verifique o nível de óleo do motor diariamente, antes de pilotar a motocicleta, e adicione se necessário."

Diariamente quer dizer todos os dias, e isso inclui o primeiro dia após a revisão.

É, eles são espertos. 

Está tudo no papel, preto no branco. Você é que se ilude em confiar.

Mesmo que depois de algum tempo você verifique o nível de óleo, muito provavelmente o fará de maneira errada, porque as informações dadas por eles sutilmente te induzirão a erro, se não forem lidas com atenção.

Você pensa que para conferir o óleo é só tirar a vareta, limpar e medir, né? Foi assim que te ensinaram, não foi?

Pois está errado, e é aí que está o truque da coisa.

Dá uma olhada neste procedimento que geralmente aparece logo na primeira página, aquele que certamente você vai olhar e memorizar (e que está incompleto e, portanto, errado): 

É uma cilada, Bino!!!
O procedimento reduzido dá a entender que é só retirar a vareta, e eles só falam o procedimento correto lá nas páginas do meio do manual, no meio da página, justamente aquelas que ninguém lê (fala sério: você só lê o primeiro parágrafo e vira a página, né? Aí está o seu grande erro...).

São as tais "mais informações".

Apesar de parecer ter a melhor das intenções, o procedimento resumido da primeira página te induz a erro porque não menciona que você precisa ligar o motor por poucos minutos antes de medir o nível, e isso faz toda a diferença. 


Isso mesmo, a medição deve ser feita com óleo preso no cabeçote e que não aparecerá na vareta medidora.

Você é induzido pela figura da primeira página a achar que basta tirar a vareta e ver o nível... provavelmente o vendedor te explicou e até demonstrou que é assim que se faz quando entregou a moto. 

(E ele nem fez isso por má fé, ele faz a mesma coisa na moto dele... o vendedor também não lê o manual.)

O problema é que fazendo a medição desse jeito você estará obtendo uma leitura falsa de nível suficiente.

A verdade é que sua moto já começa a sofrer com o nível de óleo baixo assim que sai da primeira revisão na concessionária, se é que já não saiu de fábrica assim.

Faça o teste com o procedimento correto descrito no seu manual do proprietário, e você verá que o nível que você pensava que estava bom, na verdade estará lá no mínimo da vareta.

[* Atualização: Alguns fabricantes estão se precavendo para que você não descubra este macete durante a garantia, passando a abastecer corretamente durante a garantia e depois entregando o abacaxi para você; leia as postagens Desconfie das promoções e Alerta aos proprietários de honda.]

É, eles são muito espertos. 

Mas essa não é a maior das sacanagens informações questionáveis, tem coisa muito pior. 

Amanhã vem a grande bomba, tenha uma boa noite de sono.

Ou não.

Um abraço,

Jeff

39 comentários:

  1. Obrigado, Valdivio! Concordo contigo, Louise!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por acompanhar o blog, Ronei!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal! Ando de moto há tempo... Realmente fazia errado, isto é, agora não mais :D! Os mecânicos sempre falaram q a moto deveria estar desligada... Furada!

      Excluir
    2. Muito legal! Ando de moto há tempo... Realmente fazia errado, isto é, agora não mais :D! Os mecânicos sempre falaram q a moto deveria estar desligada... Furada!

      Excluir
  4. Mas rapaz... Fiz o teste na minha Jonny 50cc e advinha?? Bateu certinho com o que vc disse, o nível estava no mínimo dos mínimos!!! Para ficar no nível adequado tive que colocar mais 200 ml. Vlw!!!

    PS.; Estou lend suas postagens desde a primeira. Muito bom! Parabens!!!
    PS.: Veja a meu comentário na postagem Armadilhas de Trânsito 6.

    ResponderExcluir
  5. Valew pela dica vou faser assim d agora em diante

    ResponderExcluir
  6. Boa matéria vi da uma olhada na minha o problema e que a minha não tem cavalete central

    ResponderExcluir
  7. Como saber com que tipo de óleo (semisintetico ou mineral) a moto saiu da cc?? Preciso completar mas não posso misturar..
    Se trata da fazer 150 2016.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só perguntando na concessionária... como a moto é recente, é possível que seja o novo semissintético 10W-40, mas só eles podem confirmar.
      Boa sorte,
      Jeff

      Excluir
  8. No manual da YES,a quantia especificada é 1.100 ml mas o nível sempre fica baixo nesta quantia,preciso colocar mais 200 ml para ficar em um nível desejável,mas não cheio,tudo isso que você disse é fato meu amigo,obrigado pela confirmação.

    ResponderExcluir
  9. Temho uma duvida ..
    Tenho uma titan 150 esd 2005 e quero saber qual o oleo ideal q devo colocar nela

    ResponderExcluir
  10. realmente a honda nos engana mesmo,eu comprei uma fan150 2012 na loja,com mil km ela queimou o disco de embreagem e fundiu,ou seja ela nao saiu da honda com a quantidade necessaria de oleo no motor.ai a garantia nao cobriu,porque no manual do propietario diz;nao cobrir disco de embreagens.uma verdadeira sacanagem com o consumidor.

    ResponderExcluir
  11. Na Bros 160 eles falam para botar um litro após drenar e 1,200 após desmontar ,mais vc coloca um litro da na medida de baixo e vc bota mais 200 fica o certo ,conclusão eles querem q vc se foda!

    ResponderExcluir
  12. Na Bros 160 eles falam para botar um litro após drenar e 1,200 após desmontar ,mais vc coloca um litro da na medida de baixo e vc bota mais 200 fica o certo ,conclusão eles querem q vc se foda!

    ResponderExcluir
  13. Na Bros 160 eles falam para botar um litro após drenar e 1,200 após desmontar ,mais vc coloca um litro da na medida de baixo e vc bota mais 200 fica o certo ,conclusão eles querem q vc se foda!

    ResponderExcluir
  14. Então, se o motor da minha moto tem a capacidade de 1,2l e na troca eu coloco 1l, ainda faltam 200 ml para o motor poder funcionar de forma segura? Então no caso eu teria que comprar 2l de óleo e ir completando conforme o uso e depois de uma certa quilometragem eu o troco completamente, ou seja, 1,2l?

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde,Jeff! Comprei minha intruder há um mês e suas dicas estão me ajudando muito! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!
      A Intruder é uma moto valente, cuidando bem ela vai longe!
      Felicidades com a nova moto!
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  16. Post muito top jeff, olhei a minha agorinha rsrs, mas ta de boa, valeu pelas dicas.

    ResponderExcluir
  17. Respostas
    1. Olá, Elias!
      Confere a postagem sobre a intruder:
      http://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2016/07/troca-de-oleo-da-intruder-125-e-uma.html
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  18. Qual a posição certa de verificar eu verifico com a moto no cavalete central tá certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elias!
      No caso da Intruder, o importante é que a moto não esteja inclinada para os lados. Se não me engano, a suzuki manda medir com a moto no cavalete central, verifique o seu manual do proprietário. De qualquer forma, a diferença entre medir no cavalete central ou com o pneu traseiro no solo altera muito pouco a medição. Faz mais diferença medir com o motor frio ou totalmente aquecido, aí o óleo está dilatado. Essa regra da moto vertical nem sempre é válida. Tem fabricante (poucos) que determinam a medição com a moto no cavalete lateral, e outros com o motor totalmente aquecido, então sempre é necessário fazer o procedimento de acordo com o fabricante da moto.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  19. Obrigado Jeff pela explicação eu coloco 1 litro de oleo e fica quasi na marca maxima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elias. A faixa de segurança do nível de óleo dos motores pequenos 125/150, começando no nível superior do medidor, fica na casa dos 200 ml. Com um consumo normal de óleo, isso garante rodar tranquilo por uns 500 km ou fazer uma viagem subindo serra com uns 300 km.
      Como a Intruder usa 1.100 ml sem troca do filtro e 1.200 ml com troca do filtro, ao colocar apenas 1 litro você já começa na metade da faixa de segurança, tendo apenas 100 ml para rodar tranquilo. Não se esqueça que rodar com o óleo baixo diminui a capacidade de resfriamento do motor.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  20. Oleo motul 3000 20w50 api sj e bom?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu de novo, Elias!
      O Motul 3000 é excelente ou muito bom, depende da procedência. Existe o tipo rosado que vem da refinaria francesa, esse é o que há. O mais amarelado que vem da Espanha não considero tão bom, é no máximo equivalente aos óleos nacionais, então não justifica o preço. Uma alternativa ótima é o Yamalube, que custa mais caro porque recebe a marca da yamaha, mas é fabricado e também vendido pela chevron com a marca Havoline. Inconveniente desses três é a maior dificuldade de encontrar em viagens, razão pela qual acabei optando pelo Lubrax e agora que o motor da minha moto está cansado uso o shell Alta Quilometragem.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  21. Jeff acho que não pode ter excesso de oleo tudo que é de mais faz mal se tem a marca ali para medir o óleo e o óleo está na marca superior tá ótimo e com um litro essa marca atinge esse nivel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elias!
      Meça o nivel fazendo o procedimento do manual e verifique você mesmo que o nível fica na marca de mínimo. E o manual diz "se o nível estiver baixo, complete até a marca de máximo". Descobrimos essa artimanha nas motos dafra, onde o manual manda colocar 1 litro e você só atinge o nível correto colocando mais 400 ml de óleo. Não é questão de colocar mais óleo do que o fabricante manda, é questão de fazer exatamente o que o fabricante manda, mas não diz claramente.
      Meça com o motor frio, pela manhã, ligue o motor por poucos minutos, desligue e meça o nível colocando a vareta sem rosquear, é o que está escrito no manual. Muitas concessionárias os vendedores falam "é igual carro, tira a vareta pela manhã sem ligar o motor". Estão mentindo intencionalmente ou por desconhecimento do produto que vendem, ambas são atitudes condenáveis inadmissíveis.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  22. Respostas
    1. Obrigado, Leonardo!
      A postagem de hoje 06/03/2017 também é sobre esse assunto, o depoimento do dono de uma Lead sempre tratada na concessionária e que perdeu o motor aos 50 mil km.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  23. Muito boa explicação,eu não sabia dessa dicas.

    ResponderExcluir