quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

A moto vai para onde você olha... mesmo.

Olha só a situação:

Você é um súdito da rainha, então vai pela esquerda da pista curtindo a estradinha...


Quando bem na curva toma um susto com um carro em sentido oposto.

Como a moto vai na direção que você está olhando, e sua atenção foi desviada pelo carro, você segue reto... e acaba entrando na garagem de alguém.

Já a moto do seu amigo que vinha atrás, filmando teu susto, é muito solidária e vai atrás... afinal, ela também vai na direção do olhar do piloto.

Resultado, os dois acabam entrando na garagem de alguém e dando muita risada.

Ainda bem que a história teve final feliz.

Seria muito diferente se no caminho tivesse uma árvore, um poste ou um guard-rail. 

Mais uma ótima demonstração de duas coisas:

1) A moto vai para onde você olha e, quanto mais rápido você está, mais rápido chega lá;

2) Rodovia não é autódromo — autódromo não tem trânsito em sentido contrário para te distrair nas curvas... 

Em compensação, nem sempre o autódromo tem uma área de escape tão boa como essa.

Então leve isso em consideração na hora em que estiver se divertindo com sua moto.

É raro encontrar vídeos com finais tão felizes quanto este.

Um abraço,

Jeff

14 comentários:

  1. Respostas
    1. A inveja é uma mmmmmmmoto sem óleo.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  2. Alô Jeff. Acredito que essas câmeras são mais um fator de desatenção e risco para quem está com elas nos capacetes.
    Mas, eu queria voltar ao assunto das peças caras. A mão de obra nas oficinas "não autorizadas" para o serviço que paguei 360,00, seria de 40,00 (isso mesmo). Olhando o manual de serviços da Honda, eu não faria por 40,00. E o olha que ganho pouco. Comprei a Tornado sendo instrutor de Computação Gráfica de 6 às 10 da noite, durante os últimos 20 anos (dupla jornada). A Falcon com o fundo de garantia, depois da aposentadoria. (continua)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Eduardo!
      Até comentei isso na postagem
      http://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2016/08/filmagens-distracoes-e-vacilos.html
      Câmeras são outro fator que prejudicam a concentração na pilotagem.
      Sobre os custos cobrados pelas concessionárias, é outro fator que afugenta clientes... são irreais e predatórios. Aliás, como o custo de tudo que se vende nas áreas de motos e carros aqui no Brasil.
      Não existe a filosofia de prestar bons serviços a preços baixos para conquistar a fidelidade da clientela. Abusa-se do monopólio virtual exercido pelas marcas representadas pelas concessionárias, e as montadoras não fiscalizam nem impõem limites a essas práticas, sem atentar para o tanto que respinga na imagem delas mesmas.
      É isso que me deixa revoltado, nosso povo é tratado como gado obrigado a pagar pelo direito de existir e sem direito a uma aposentadoria digna ao final de uma vida de exploração abusiva... tudo é vendido a preços tremendamente superiores aos praticados no exterior. Pelo que você paga no Brasil à vista, você compra duas motos na Argentina ou no Chile, ou então uma moto com o dobro da cilindrada. Vergonhosa esse ataque aos nossos bolsos por empresas e governantes.
      Tudo que compramos é pago com sacrifício, e somos obrigados a pagar impostos dos mais caros do mundo em troca de serviços que deixam muito a desejar. Chega a ser vilanesco.
      Fico no aguardo da continuação do seu comentário.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  3. (Continuação) O problema é com o preço das peças. Os dois comandos da XRE-300 custam juntos mais de 2000,00. O comando da Bros 160 custa 1 Real por cada cm³, 160 Reais, peça original Honda na concessionária. Será que os comandos das outras duas vêm do Japão? Será que é um problema de escala de produção? (o motor da Bros é o mesmo da CG). Sendo japoneses, os mais caros, não poderiam ser feitos aqui? Não temos tecnologia para isso? No caso da XRE são 2000,00 a mais, só nessa peça, para ter 10 cv a mais.

    ResponderExcluir
  4. (finalizando). A tecnologia da junta da tampa do cabeçote, a 260,00, se justifica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única "justificativa" para esse preço é "cobramos o que bem entendemos". Estão cobrando esse preço exclusivamente na junta da tampa do cabeçote?
      Um jogo completo de juntas para XR 400 (a nossa Falcon lá fora) contendo TODAS AS JUNTAS DO MOTOR é vendido no ebay por 37 dólares, o que daria pouco mais de 100 reais. Jogando as despesas de importação, o jogo completo ia empatar com essa única junta aí, se for isso mesmo.

      http://www.ebay.co.uk/itm/Honda-XR-400-R-Full-Complete-Engine-Gasket-Kit-Set-XR400-R-1996-2004-NEW-/201608557229

      Um abraço,
      Jeff


      Excluir
  5. Eu também... Estou aguardando a continuação do comentário do Eduardo.

    ResponderExcluir
  6. Não entendi. Mandei a continuação logo depois da primeira e, parece, não chegou. Vou ver se consigo repetir.
    Consultei o preço dos comandos de válvulas da XRE-300 e da BROS 160. Na primeira são 2 comandos, preço + ou - 2.400 Reais. Na segunda 1 Real por cc, ou seja, 160,00 Reais. Pode ser que os comandos da XRE e da Falcon sejam importados. Tem também a questão da escala de produção (motor da Bros = CG). Mas, será que não temos tecnologia e volume de vendas suficiente para produzir peças pra motos nem tão potentes ou sofisticadas quanto XRE e Falcon? Uma junta de cabeçote custar 260,00 Reais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Informação interessante essa, Eduardo! Não imaginava um disparate tão grande de preços...
      Tenho para mim que eles são estabelecidos não por critérios de custo, mas do suposto poder aquisitivo dos proprietários...
      "Supostamente alguém que compra uma Falcon tem mais capital para desembolsar e não chiará tanto quanto um dono de Titan, então podemos cobrar um valor com margem de lucro ainda maior".
      Esse é o raciocínio que imagino o pessoal fazendo. É que nem aquela história, uma seta de moto de marca famosa custa mais caro que o farol completo de outra menos famosa. Já vi seta custando mais de mil reais. Ridículo isso.
      E explicando o que aconteceu para seu comentário ter sumido e você ter sido obrigado a repeti-la (peço desculpas por isso):
      Há uma demora entre os leitores postarem comentários, a informação chegar a mim vindo do google (o blogspot é do google) ou do gmail (recebo informações por lá também).
      Então junte aí o tempo entre eu visitar periodicamente o blog ou entrar na caixa de correio, e um comentário pode levar horas para ser publicado e respondido, ainda mais quando estou com trabalho com prazos urgentes para entregar.
      Antigamente as publicações de comentários eram automáticas, o que tinha dois problemas:
      Eu não era informado de comentários em 90% dos casos, e alguns malandros aproveitavam para postar propagandas como se fossem comentários. Teve uma concessionária suzuki que me infernizou a vida obrigando a apagar propagandas em dezenas de postagens, até que bloqueei.
      Agora sou informado de todos os comentários feitos diretamente no blog, mas infelizmente acontecem esses desencontros...
      Peço paciência pela espera e lamento novamente o desencontro que aconteceu contigo.
      Um forte abraço,
      Jeff

      Excluir
    2. Bom dia Jeff. Não faz sentido se desculpar. Você já nos presta um serviço incalculável nos passando informações extremamente importantes. Seria bom se todos os incômodos fossem no nível deste.

      Excluir
    3. Obrigado, Eduardo!
      Espero poder continuar prestado informações úteis! O apoio dos leitores é uma grande motivação!
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
    4. Nao sei voces mas o eduardo sabe contar uma historia kkk ate o jose carlos ficou no aguardo rs

      Excluir
  7. Os caras do vídeo são muito chegados... Se um pular da ponte o outro vai junto.

    ResponderExcluir