sábado, 22 de julho de 2017

royal enfield, qual a sua desculpa para ir pelo mesmo caminho errado de todas as outras fabricantes?

Tenho acompanhado as notícias sobre as motos da royal enfield aqui no Brasil, e estou vendo cenas bem conhecidas das quais não gosto nada, nada...

Fica aqui o alerta para os proprietários.

Neste vídeo o autor fala sobre ter dificuldade de encontrar o neutro, e estamos cansados de saber que isso é sintoma de falta de óleo suficiente no motor.

Ele faz os comentários a partir de 06:25, e enfoca a dificuldade aos 06:45:


Investiguei quanto óleo vai nesse motor, e sabe o que descobri?

O manual da Classic 500 manda manter o nível no meio da janela depois de ligar, aquecer por alguns minutos e desligar o motor:
Manual do Proprietário royal enfield Classic 500 (todos os modelos royal enfield 500 usam o mesmo motor básico ampliado em relação ao tradicional 350): https://royalenfield.com/pdfs/motorcycles/brochures/Classic%20500%20owners%20manual%20-%20Feb%202012.pdf

Mas note que a foto mostra o nível de óleo praticamente na marca de mínimo... 

Fabricantes são tão descuidados na hora de falar desse assunto, né?

Mas o melhor vem agora:

Isso é uma total contradição com o que diz o procedimento de troca do óleo, que manda colocar o nível de óleo na marca MAX — MAX de nível MÁXimo:
Manual do Proprietário royal enfield Classic 500: https://royalenfield.com/pdfs/motorcycles/brochures/Classic%20500%20owners%20manual%20-%20Feb%202012.pdf

E quanto óleo a concessionária está colocando a cada troca?

Conforme este outro vídeo do mesmo autor, a concessionária está colocando 2,5 litros de óleo a cada revisão:
Vídeo comentando as despesas de revisão das royal enfield 500: https://www.youtube.com/watch?v=rKcS7WEBtj0

Mas qual é a quantidade recomendada de óleo para as royal enfield 500 no manual do proprietário?
Manual do Proprietário royal enfield Classic 500: https://royalenfield.com/pdfs/motorcycles/brochures/Classic%20500%20owners%20manual%20-%20Feb%202012.pdf

Pois é, 2,75 litros de óleo é a capacidade de óleo do motor das royal enfield 500. 

Qual o motivo de a concessionária estar colocando apenas 2,5 litros de óleo se a capacidade do motor é 10% maior do que essa?

Pelo que já vimos em todos os outros motores de todos os outros fabricantes, a capacidade de óleo é o único valor que permite atingir o nível de óleo correto para o funcionamento do motor.

E há outro bom motivo para suspeitar que esses problemas de dificuldade de achar o neutro estão ocorrendo pelo mesmo motivo que ocorre nas Kansas e nas Horizon, a falta de óleo suficiente:

Sabe a quantidade de óleo das royal enfield 350 (vendidas apenas no exterior e com motor menos potente que as 500, portanto se aquecendo menos e precisando de menos óleo para o arrefecimento)?
Imagem: Vídeo https://www.youtube.com/watch?v=FcwXwnX-yN8

Algo está cheirando muito mal nessa história, e é um cheiro ruim muito nosso velho conhecido...

Proprietários, fiquem espertos.

Não aceitem desculpas do tipo "motor indiano é assim mesmo", "câmbio de moto indiana é assim mesmo".

Esse motor tem de usar no mínimo 2,75 litros de óleo, é o que diz no manual do proprietário.

Mas a concessionária brasileira não está respeitando nem mesmo o fundamental determinado pelo fabricante no manual do proprietário...

Não seja vítima dessa prática danosa aos proprietários também por parte da royal enfield no Brasil.

Um abraço,

Jeff

19 comentários:

  1. Tava demorando! Pelo visto e´ uma avalanche de fraudes contra o consumidor mesmo! Querem porque querem construir uma ideia falsa para lucrarem a qualquer preço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedra!
      É triste ver esse quadro se repetindo mais uma vez...
      O pessoal deveria se preocupar em conquistar o mercado com a confiabilidade do produto, mas infelizmente parece que a única preocupação é vender peças o mais rápido possível.
      É uma pena.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  2. Desculpe mas não achar o neutro é um problema crônico nas dafra, tenho uma Suzuki Intruder 125 cc e mesmo quando só tem meio litro de óleo sempre entra o neutro sem dificuldade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carlos.
      Não achar o neutro é consequência de o motor se aquecer demais devido à má lubrificação.
      As peças se dilatam e se encaixam com dificuldade.
      Sua moto não apresentar esse problema com apenas meio litro de óleo é que é a exceção.
      Rodando com tão pouco óleo você está correndo sério risco de travamento do motor, sabia?
      Os motores das suzuki não fogem às leis da Física.
      Um abraço,
      Jefferson

      Excluir
    2. Uma coisa que poderia explicar você não ter dificuldade mesmo com óleo insuficiente seria você fazer trajetos curtos.
      Pegue uma estrada para uma viagem superior a 100 km e veja o resultado.
      Ou melhor, não pegue não.
      Não quero ficar com esse peso na consciência.
      Um abraço,
      Jefferson

      Excluir
    3. Detalhe é que ando o dia todo com a intruder,só meu trajeto para chegar na cidade onde trabalho são 30 km de BR , mas eu assim como você me preocupo com esse assunto do óleo quantidade x qualidade e sempre to de olhos no óleo, mas as vezes falta grana e o óleo fica baixo mesmo

      Excluir
    4. Carlos,

      Não deixe o óleo ficar tão baixo, é uma falsa economia.

      No final o conserto ficará mais caro e você ainda está correndo o risco de o motor travar no meio do trânsito, sem acender a luz de freio.

      Risco de perda do motor, risco de danos graves à moto, risco de atropelamento... não vale a pena mesmo.

      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  3. Já tive uma dafra speed e mesmo cheia de óleo era uma briga pra achar o neutro. Agora na minha Suzuki quando ta bem baixo o nível não muda nada o câmbio, continua preciso e macio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dica:
      Não deixe o nível de óleo ficar tão baixo, seu motor agradecerá.
      Até mais,
      Jefferson

      Excluir
  4. Pois é, parece que todas as fabricantes agem assim. A minha kawasaki também sofreu do mesmo mal nas revisões. Sorte que eu já estou vacinado contra essa fraude e minha moto só anda com óleo até no talo. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Osmar!
      Coincidentemente, hoje surgiu uma reportagem, todas as montadoras de automóveis alemãs estão sendo investigadas pela União Europeia por formação de cartel em relação às emissões de veículos diesel, aquele escândalo que pegou em cheio a vw, e depois levou a audi, bmw e agora até a mercedes benz...

      Somente coincidência, claro. As montadoras de motos a gente sabe que são honestas, jamais fariam tal coisa.

      Pelo menos essa é a imagem que temos no mercado, né?
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
    2. Incrível, o assunto é manchete do caderno de Economia da cnn, e aqui no Brasil o único site a dar a notícia é o bol, que ninguém lê....

      http://money.cnn.com/2017/07/22/investing/german-car-cartel-investigation/index.html?iid=hp-toplead-intl

      https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/economia/2017/07/22/bruxelas-examina-suspeita-de-cartel-da-industria-automobilistica-alema.htm

      Será que tem algo a ver com essas empresas serem grandes anunciantes?

      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
    3. Retificando, o uol também noticiou:

      https://economia.uol.com.br/noticias/afp/2017/07/22/bruxelas-examina-suspeita-de-cartel-da-industria-automobilistica-alema.htm

      Excluir
  5. Boa noite Jeff, outra coisa que pode dificultar o engate do neutro ou deixar o câmbio mais duro é a regulagem da embreagem muito baixa, mas claro que com a quantidade de óleo correta, juntando as duas coisas o problema será ainda maior, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Driguinho!
      Não mencionei porque os atuais proprietários de royal enfield não são em sua maioria novatos absolutos, deveriam estar sabedores de detalhes de regulagem como esse.

      Ao contrário do que aconteceu e acontece com que parte para a primeira moto estradeira de baixa cilindrada, tipo Kansas, Horizon, Intruder, onde não sabem o que esperar e são vítimas fáceis de esquemas como este de abastecer as motos com menos óleo do que o mínimo necessário.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  6. Saúde & Paz.
    Jeff...
    Ao menos "ainda" recomendam o óleo 15W50.

    Abraços e Boas Acelerados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ninja!
      Disse bem, "ainda".
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  7. Fala, Jeff, tudo bem?
    Olha só que interessante que encontrei nos youtubes da vida.

    https://www.youtube.com/watch?v=NwIjLECJmA8

    O cara simula a ação da sujeira que entra pela falta do filtro de ar ou pelo uso com ele sujo ao longo dos meses ou anos dentro de um motor, e mostra os danos depois abrindo todo o motor. Interessante que é necessário muito pouca sujeira para provocar danos catastróficos! E também vale relembrar o que você sempre fala, a própria abrasão do motor solta partículas no óleo, agravando o problema.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Péricles! Obrigado pelo vídeo!

      Sobre o vídeo:

      Coitadinho do bichinho... maldade o que fizeram com ele.

      Pelo menos, doou seu corpo para a ciência.

      Se alguém tinha dúvida se é vantajoso rodar sem filtro de ar, taí a resposta.

      Transplantando para uma situação mais realista, bastaria a primeira meia colher com o motor de uma moto funcionando durante algumas semanas para chegar ao ponto de o motor pedir retífica.

      Poucos riscos na camisa já permitiriam uma grande queima de óleo e perda de potência do motor.

      Esse motorzinho do vídeo trabalha por salpico, ou seja, não tem bomba de óleo, só o splash do virabrequim espalhando óleo pra tudo que é lado.

      Uma moto com bomba de óleo logo teria o filtro supercontaminado e, como o vídeo mostrou, partículas muito finas invisíveis a olho nu e que também não seriam retidas pela porosidade do filtro.

      Elas ficam circulando lá dentro e lixando todas as superfícies de precisão até elas ficarem totalmente comprometidas, cuja única reparação passa pela desmontagem, retífica e troca de peças caras.

      Mas a moçada acha divertido deixar a moto mais potente para rodar acima dos limites de velocidade e ultrapassar pela direita motociclistas rodando dentro dos limites e dando seta de que irão mudar de faixa.

      Quase bateu num grande amigo meu que deu um pulo na padoca agora há pouco...

      Um abraço,
      Jeff

      Excluir