quarta-feira, 13 de novembro de 2013

ATENÇÃO PROPRIETÁRIOS DE SUZUKI YES E INTRUDER 125

Olha só até onde vai a toca do coelho:

Estava eu na lan house (minha internetim 3G é podre) quando aproveitei para falar da denúncia da sacanagem da quantidade de óleo para o proprietário de uma Intruder que tinha acabado de chegar.

Por coincidência, ele é funcionário de uma empresa que possui uma grande frota de Intruders, e o que ele me disse foi chocante, mas muito bom de se ouvir.

Imagem: http://blog.correios.com.br 

Foto ilustrativa de uma empresa com grande frota de Intruders 

O que essa pessoa me disse foi que o departamento local de manutenção da empresa com grande frota de Intruders já tinha descoberto o macete usado pelo fabricante, mandaram às favas a gravação "850 ml" na carcaça do motor e colocaram todas as Intruders rodando com 1.150 ml de óleo a cada troca sem filtro.

Essas motos rodam com 1,3 litro de óleo a cada troca junto com o filtro tipo cartucho.

Essas são as quantidades necessárias para que as motos saiam da garagem com óleo no nível máximo, portanto correto, do medidor.

Note que elas não estão rodando com excesso de óleo; 1150 ml é apenas a quantidade necessária para que elas rodem corretamente lubrificadas.


Assim o consumo natural de óleo ao longo do dia não fará o nível ficar abaixo do mínimo em momento algum.

300 ml de diferença em 850 ml é uma diferença e tanto. Isso quer dizer que o macete safado faz as motos rodarem faltando 35% do óleo do motor... 

Então para que serve aquela gravação fundida na carcaça do motor dizendo 850 ml?


Use sua imaginação...


O que eu digo aos proprietários de suzuki Intruder (e suzuki Yes também, é o mesmo motor) (A suzuki Yes tem gravado 1.100 ml, me corrigiu o leitor Jeferson Sato)* é o seguinte:

*É necessário verificar qual quantidade seria correta para as Yes; talvez seja mais de 1.100 ml, como ocorre nas Intruder. 

Essa empresa possui uma frota muito grande de Intruders, talvez ninguém entenda melhor de Intruder do que eles e, por São Jorge, eu digo, eles não gastariam 1 real a mais com óleo se não fosse absolutamente necessário.

Afinal, dependendo da rota, eles fazem a troca de óleo dos 1.000 km de cada moto em média a cada dois ou três dias.

Com uma frota enorme rodando tudo isso, eles não podem se dar ao luxo de serem tapeados por uma espertezazinha malandrinha do fabricante.

Nem você.

Faça o procedimento exatamente como descrito no manual logo cedo pela manhã e, constatando o nível baixo, complete com óleo. 

Aprenda com essa empresa: não se preocupe com a quantidade, e sim com o nível a ser mantido dentro do motor.


É isso que deve nortear os proprietários. Aliás, exatamente conforme está escrito no manual do proprietário.


PS: Como você viu na postagem anterior, a honda deu o braço a torcer que a quantidade de óleo sempre esteve errada. Agora só faltam a yamaha, a suzuki, a kasinski, a traxx, a shineray, a dafra...

Tem novidade sobre este assunto nesta nova postagem Por que é tão difícil entender?

Um abraço,

Jeff
ATENÇÃO:
Conferir o óleo apenas tirando a vareta ou olhando o visor é errado e está destruindo seu motor! Os fabricantes divulgam informações contraditórias e o prejudicado é você. Veja a denúncia neste link.

15 comentários:

  1. Obrigado pela informação, Jeferson Sato!
    Só vi as Intruder, não vi nenhuma Yes de perto, elas são meio raras aqui em Floripa, o que é uma injustiça com uma ótima moto. Aproveitando, confirma para a gente se acontece a mesma coisa nas Yes e qual a quantidade que você precisa colocar para atingir o nível correto recomendado de acordo com o procedimento do manual do proprietário!
    Desde já agradeço,
    Jeff

    ResponderExcluir
  2. Achei válida sua opinião, manutenção preventiva só pode trazer benefício, mas fiquei com uma dúvida.
    Aquele visor transparente lateral no motor da YES poderia ser considerado correto ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Nunca medi uma Suzuki diretamente, mas acredito que esteja correto sim. Na minha moto Kansas, que também tem visor e vareta, a indicação do visor e da vareta coincidem quando você faz o procedimento exatamente conforme o manual: moto fria pela manhã, nivelada, ligando por 2-3 minutos e desligando o motor.
      O problema é que todo mundo está acostumado, e há um monte de gente que diz isso, que basta olhar o nível no visor pela manhã.
      É uma indicação falsa, porque todo o óleo desceu do cabeçote durante a noite. Fazendo o procedimento do manual é que você deve constatar se falta óleo ou não.
      Aí alguém diz "Ah, mas se ligar o motor, o nível fica lá embaixo."
      Exatamente, ele fica mesmo lá embaixo, e o manual diz, "Se estiver faltando, complete."
      Mas todo mundo tem medo de completar e acaba perdendo o motor com apenas 50 ou 60 mil km, quando poderia durar 2 ou 3 vezes mais do que isso.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  3. Conversa vai, conversa vem, afinal alguém mede o óleo da forma correta? Esquenta um minuto, descansa mais um e por fim verifica?, nesse caso temos até a janela espia pra facilitar, sem desculpas, nem uso medidas, na suzuki ou qq uma q seja vareta

    ResponderExcluir
  4. Conversa vai, conversa vem, afinal alguém mede o óleo da forma correta? Esquenta um minuto, descansa mais um e por fim verifica?, nesse caso temos até a janela espia pra facilitar, sem desculpas, nem uso medidas, na suzuki ou qq uma q seja vareta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um Suzuki 125 yes desde 2006, na troca de óleo sempre deixo o mesmo no nível máximo, o motor nunca foi aberto e até o momento está ótimo.

      Excluir
    2. Com quantos km rodados já está, amigo?

      Excluir
  5. Esse tal de jef não sabe merda nenhuma, tenho uma yes 2007 desde zero e sempre coloquei óleo até o nível máximo, só uso motul 3000 que é mais caro por sinal e a quantidade certa é 1.350 mesmo e por ser motul troco a cada 2.500, meu motor faz o mesmo barulho ainda que zero e a moto está com 104 mil kms, motul é o melhor para todas as motos e não os baratos que tem por aí, minha moto nunca mexeu em nada e nunca nem melejou o motor. Essa sim foi a informação correta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nas dezenas de comentários de proprietários que recebo em cada postagem, acho que você é o terceiro cara que diz isso. Os outros dois descobriram que estavam medindo errado. Você deve ser o único cara certo.
      Parabéns. Continue a dar exemplo para seus filhos mostrando como não se conduz uma conversa educada com argumentos embasados.
      Saudações,
      Jeff

      Excluir
  6. Não adianta Jeff,é o tal "orgulho imbecil" que impera na maioria das pessoas.Todo mundo se alegra quando receba ajuda,mas alguns se ofendem quando ajudados.
    É de arrancar o sabiá do toco!
    O negócio é pensar nos outros que serão beneficiados com a informação e multiplicarão o bem que voce está fazendo.
    aquele abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo apoio, Pedra!
      As pessoas tendem a achar que a experiência delas vale para todos. Alguém chegar a uma alta quilometragem por conta de condições de uso próprias que estão fora da média não quer dizer que todo mundo obtenha os mesmos resultados.
      Um motor pode durar acima da média mesmo maltratado com pouco óleo se o regime de utilização do dono for de uso frequente em trajetos moderadamente prolongados, é a condição ideal para o motor. Mas quem usa a moto em poucos trajetos curtos diários e quem pega estrada direto, se não tomar o cuidado de começar com o nível de óleo correto e repor com a frequência necessária, irá ver seu motor pedindo retífica pouco depois dos 50 mil km, se não antes.
      Explico isso aqui para que outros leitores fiquem sabendo. Quanto aos críticos, que sejam felizes, a moto é deles e eles fazem o que bem entendem. Nem por isso vou dizer que eles não sabem "merda nenhuma".
      Eles apenas pensam que sabem, um dia descobrem que estavam enganados.
      Tô nem aí.
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  7. Tenho uma yes2008 ha 5 anos, peguei ela com 24000km, agora esta com 95500km. Rodo 60km diarios em duas viagens de 30km ida e volta ao trabalho. Sempre troco oleo a cada 1500km e filtro uma vez sim, uma nao. Semanalmente verifico o nivel, que baixa sim uns 300ml entre as trocas. Mas nao fumaça e nem pinga nada no chao. Ja observei que o normal e colocar 1,2 litro a cada troca com filtro, sem filtro coloco uns 50ml a menos. Ate entao parece estar funcionando bem, e ja usei quase todas as marcas de oleo mineral 20w50 nela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, George!
      Obrigado pelo depoimento!
      Os motores da suzuki são famosos pela durabilidade, excelente mecânica!
      Um abraço,
      Jeff

      Excluir
  8. Bom,acabei de comprar uma Suzuki yes 125 CC,espero que dure como a minha Dafra super 100.Será que troquei gato por lebre? Pois precisava de mais um pouquinho de potência,já que a Dafra não desenvolvia muito bem comigo e com a minha esposa,pois nos dois juntos pesamos quase 180 kg.Alguém tem alguma opinião pra contar? Se vai melhorar minha vida ou nao? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Black!

      As motos da suzuki são boas e você não deverá ter problemas se não se deixar enganar pelas práticas denunciadas aqui no blog.

      Dê uma conferida nas postagens:

      https://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2016/11/a-mentira-oficial-da-j-toledo-suzuki.html

      https://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2016/11/as-mentiras-da-troca-do-oleo-somente.html

      https://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2017/02/o-verdadeiro-motivo-para-as-suzuki.html

      https://minhaprimeiramoto.blogspot.com.br/2017/02/galos-cegos-e-raposas.html

      Um abraço, e felicidades com a nova moto,
      Jeff

      Excluir